sexta-feira, 3 de março de 2017

Devo continuar namorando uma pessoa que ameaça se matar?


Olá Rosimeire, namoro a mais de um ano e venho passando por uma situação extremamente difícil. Infelizmente ele fez várias coisas que me aborreceram e me decepcionaram, porém quando falo em separação, ele ameaça se matar com tiros e remédios. E realmente tentou. Voltei com ele por isso e estou tendo que fingir amar e fazer declarações para que ele não se mate ou não tente se matar. Me ameaçou se eu contar algo para alguém e não pode pedir ajuda de um psicólogo devido ao seu serviço. Preciso de ajuda urgente. Não sei como agir e nem o que fazer. Não quero mais ficar com ele. Estou com medo! Preciso de ajuda!
Ele está conseguindo te forçar a ficar com ele contra sua vontade, manipulando seu medo e culpa. Ao reatar o namoro você provou para ele que esse jogo funciona e que você está à mercê da manipulação dele.
Ao manterem esse relacionamento vocês dois estão se privando de serem felizes. Você, por estar presa em um namoro que não quer mais, com uma pessoa que você não ama. E ele, por não procurar meios de superar essa obsessão, que também o mantém preso a um sentimento e a um relacionamento nada saudável.
Ele é responsável pelas alegrias e frustrações que passar ao longo da vida. Momentos ruins e tristezas são inevitáveis. Você não tem como livrar ninguém de desses momentos ruins que são inerentes à vida. Você não tem obrigação de ficar ao lado de ninguém quando não quiser.
Lembre-se, que o relacionamento chegou a este ponto em consequência de ações dos dois. Se ele não conquistou/manteve seu amor isso é responsabilidade dele. Você mesma diz que ele te decepcionou. Então, é preciso que ele enfrente as consequências dessas ações. Ou seja, enfrente o fato de você não querer mais ficar ao lado dele.
Não é justo que você tenha que se sacrificar porque ele não sabe lidar com frustrações. A responsabilidade de lutar pela própria felicidade é de cada um. Você tem todo o direito de ser feliz, de entrar e sair de um relacionamento na hora que desejar.
Uma pessoa que está em risco de cometer suicídio passa por estágios de desenvolvimento da ideia e do ato suicida. Essas pessoas dão sinais de que não sentem mais vontade de viver. Sentimento de depressão, desamparo, desesperança e desespero são sinais de que a pessoa realmente pensa em se matar.
Tentativas e ameaças de suicídio não devem ser supervalorizas e nem ignoradas. Devem ser interpretadas como um pedido de ajuda de alguém que está problemas emocionais. Seja porque não quer mais viver, ou porque não sabe lidar com as dificuldades da vida.
Se ele tem intenção de se matar, isso quer dizer que ele está sofrendo muito, está doente emocionalmente e precisa de ajuda. Mas, sozinha você não vai conseguir livrá-lo disso. E nem será o fato de manter o namoro que irá fazer com ele se recupere.
Você menciona que ele não pode ir a um psicólogo por causa do trabalho dele. Tem certeza disso? O acesso à saúde é um direito universal e não pode ser negado a ninguém. Não conheço nenhuma forma de impedimento a tratamentos psicológicos e/ou psiquiátricos. Busque se informar, é muito provável que essa informação esteja incorreta.
Você não precisa carregar toda essa situação sozinha, é muita coisa para uma única pessoa. Tente conversar com pessoas em quem você confia e de quem gosta. Busque ajuda psicológica para você. É possível que esteja sofrendo ainda mais do que ele diante dessa situação. Procure um psicólogo para te orientar a como lidar com isso. Se continuar sofrendo calada e sozinha é provável que você também adoeça.

Texto original de autoria e publicado pela psicóloga Rosimeire de Oliveira, em 01/08/2014. Disponível em: http://www.rosimeireoliveira.com.br/?q=node%2F39


Se você ou alguém que você conhece está lutando com as questões abordadas neste texto, por favor, procure a ajuda profissional de um psicólogo ou psiquiatra.



Um comentário:

  1. Moça, o que ele está fazendo com você é chantagem purinha. Quando você cede às pressões dele, você só faz esse comportamento ficar mais forte. Como é uma forma bem ruim de lidar com as frustrações, você está ficando infeliz e não está contribuindo para que ele amadureça (ao contrário: está contribuindo para que ele continue usando a própria vida para te chantagear e conseguir o que quer). É importante que, quando você tiver forças para terminar esse relacionamento, termine de uma vez. Cada recaída sua mostra pra ele que, no final, a ameaça funciona (as tentativas podem tender a ficar mais sérias conforme a situação se repete). Como disse a Rosimeire, esse é um relacionamento adoecedor para vocês dois. Uma outra coisa que você pode fazer, talvez, é você que tem condição de avaliar isso, é buscar outros apoios pra você e pra ele. Se ele de fato tem um problema e poderia se matar, quem são as pessoas que se importam e poderiam apoiá-lo no momento do término? Os pais dele? Irmãos? Algum amigo? Imagino que ele será contra, mas isso não é responsabilidade sua. Se você conseguir acessar esse apoios e for embora (sem olhar pra trás), ele não ficará desamparado, mas não conseguirá o que quer (lembre-se que ele conseguir o que quer é pior pra você e pra ele). Concordo que seria bom buscar ajuda para você também, sair de uma situação assim é difícil.

    ResponderExcluir