sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Por que eu não quero que as pessoas entendam a minha depressão


A depressão é uma doença detestável. Destina-se a te isolar e levar você, emocionalmente, para baixo. Costumo discutir a minha doença com outras pessoas e tentar explicá-la, mas, outro dia, eu percebi uma coisa.
Eu realmente não desejo que ninguém consiga entender o que eu atravesso por sofrer de depressão.
Para entender alguém é preciso saber como ele se sente. Imaginar-se no lugar dessa pessoa. Ter experimentado os mesmos sentimentos em algum momento de sua vida.
Eu não quero que alguém entenda o que só eu sei o que estou sentindo, mesmo quando em uma sala com pessoas que me amam e se importam comigo.
Eu não quero que qualquer um entenda os sentimentos de ódio que tenho por mim mesma, quando sua cabeça fica te repetindo que você não é uma pessoa boa o suficiente e que o mundo seria um lugar bem melhor se você não existisse.
Eu não quero que qualquer um entenda o quanto é horrível ficar em um sofá ou numa cama o dia todo, pensando que deveria me levantar e sair para fazer uma caminhada.
Eu não quero que qualquer um entenda o esgotamento que você sente no final de cada dia. A batalha que você trava para ficar acordada durante todo o dia, todos os dias.        
Eu não quero que qualquer um entenda a sensação de impotência de não ser capaz de ajudar a si mesma.
Eu não quero que qualquer um entenda como é se sentir tão irritada e desanimada, e não ter uma única boa razão a respeito do porque você se sentir assim.
Eu não quero que ninguém entenda o que estou passando, porque eu sei como me sinto, e meu desejo é que ninguém se sinta do mesmo jeito.

Tudo que eu quero, de verdade, tudo que eu quero é a aceitação de que estou fazendo o meu melhor para ficar melhor. E, às vezes, que vou precisar de alguma ajuda e amor enquanto eu estiver passando por isso.


Se você ou alguém que você conhece precisa de ajuda, ligue para o número do CVV: 141 e procure ajuda especializada.


Texto original: Why I Don't Want People to Understand My Depression By Jenny Bromfield
https://themighty.com/2016/10/why-i-dont-want-people-to-understand-my-depression/


Tradução livre e adaptada






4 comentários:

  1. Tão verdadeiro. Tão isso. Mas superar é preciso e é isso que eu quero para mim. Não espero que compreendam mas que respeitem essa doença como respeitam todas as outras, sem chamar de fraco, sem fé, sem,sem,sem...

    ResponderExcluir
  2. É assim mesmo. Mas, por que procurar ajuda se não queremos ajuda. É como se este texto fosse um pedido de ajuda e não um relato de como se sente uma pessoa com séria depressão. Eu não falo, não quero falar, não quero que entendam, nem que tenham pena, muito menos que me julguem. Eu visto uma máscara todo dia. E travo as minhas batalhas sem ajuda porque qualquer um é incapaz de ajudar, nem psicólogo, nem psiquiatra, nem familiar. Acredito que Deus seja o único capaz de ajudar, mas talvez ele não queira. É como solicitar ajuda, sabendo que não será atendido.

    ResponderExcluir
  3. Desculpe, Marilda, mas não concordo com você.
    O texto começa com uma afirmação: “A depressão é uma doença...”
    Isso, a depressão é uma doença! Você não deixaria de procurar ajuda caso tivesse uma pneumonia ou uma diabetes, então, da mesma forma, a depressão precisa sim ser tratada de forma especializada por um psicólogo e um psiquiatra.
    O texto fala da incapacidade de entender real e profundamente o sentimento de quem sofre essa doença por parte de quem não à vivenciou. Concordo, porque esse é o relato de quase todos que a vivenciam. Mas de forma nenhuma fala de não procurar ajuda para o tratamento da doença.
    Como psicólogo, eu estaria prestando um desserviço postando uma publicação que, mesmo insinuasse, que para a depressão não tem ajuda.
    Você acredita em Deus, não é mesmo? Eu também. Mas também acredito Marilda, que há muito amor lá fora e Deus se serve de pessoas para nos ajudar.

    ResponderExcluir
  4. Verdade, Celso Macedo. A vida nos oferece infinitas possibilidades. Não estamos aqui à toa. Ninguém gosta de ser invadido. A depressão é uma invasora. Ninguém consegue mesmo viver com um invasor a lhe importunar. Então, mande-mos esse invasor embora. Cuidemos de nosso corpo. Ele é quem abriga a nossa alma.

    ResponderExcluir