sábado, 29 de outubro de 2016

Prezada Depressão, Você Não Vai Vencer


Prezada Depressão,
Você não vai vencer. Às vezes você é ardilosa e parece que está vencendo e às vezes você está mesmo vencendo, mas eu sou conhecida por meus retornos e no final eu vou vencer. Você tenta jogar esses jogos de manipulação, procura isolar a todos e cada um de seus "jogadores", fazendo com que se sintam sozinhos e como se cada um de nós fôssemos os únicos neste jogo malicioso seu. Você não nos engana. Nós nos reunimos todos os dias e existe um poder e uma forte resistência que se forma quando as pessoas se reúnem. Nós não estamos jogando este jogo sozinhos, estamos jogando como uma equipe. E como uma pessoa nesta equipe, que chegou muito perto de desistir deste jogo que chamamos de vida, aqui vai o que eu quero dizer aos meus companheiros de equipe:
Eu estava na ponte, muito perto de ser vencida. A depressão não parava de me dizer: "Você está com tanta dor, isso vai fazer tudo desaparecer. Basta saltar. Você não vai conseguir nada tentando lutar por mais tempo. Você nunca vai ficar melhor. Eu sempre vou voltar. Que vida é essa que você está vivendo? Você é inútil, indigna de ser amada e nunca poderá fazer nada direito. Basta saltar. É essa a hora."
Depressão, você acha que eu não sei reconhecer esses pensamentos?
Isso é você falando comigo, não sou eu!
Você é como uma nuvem que desce sobre o meu cérebro e mascara quem eu sou realmente e esconde os meus pensamentos mais autênticos. Meus verdadeiros pensamentos têm lógica. Seus pensamentos são falsos, mesmo que eu acredite neles em alguns momentos. Eu ainda nem sempre acredito que sou digna, que posso ser amada e capaz de cometer erros, porque isso é o que significa ser humano. Mas estou aprendendo.
Eu não sou você, depressão!
Eu sou muito mais do que você. Eu tenho muito potencial. Eu sou bonita. Eu faço a diferença aqui na Terra. A viagem não é fácil. É terrivelmente difícil e às vezes parece insuportável, mas acreditem em mim, outras pessoas estão cientes de você, outras pessoas sabem quem você é, e por causa dessa conexão que temos vamos lutar com você juntas e, não, deixar você nos vencer.
Mais uma coisa, só porque eu luto com você muitas vezes não significa que eu tenha vergonha de você. Eu não estou envergonhada por você ou por me fazer sentir, às vezes, como se eu fosse louca. Você é uma doença. Você é como qualquer doença física, exceto que as pessoas estigmatizam você, porque eles simplesmente não te entendem. Mas para mim e todos os outros que você faz sofrer está certo, OK.
Nós estamos levando um dia de cada vez.
Atenciosamente,
Michelle, a guerreira




Se você ou alguém que você conhece precisa de ajuda, ligue para o número do CVV: 141 e procure ajuda especializada.



Texto original: Dear Depression, You Will Not Win / By  Michelle Janiak
https://themighty.com/2016/10/a-letter-to-depression-you-will-not-win/



Tradução livre e adaptada



Nenhum comentário:

Postar um comentário