quinta-feira, 21 de julho de 2016

Para os que dizem "Depressão é falta de Deus no coração”


Deixe-me começar falando uma coisa. Eu sou uma cristã. Eu acredito em Deus, porque Deus sabe que eu preciso de ajuda tanto quanto qualquer outra pessoa precisa.
 Eu também tenho transtorno depressivo maior. O fato de eu ter esse transtorno não me faz menos cristã. No entanto, várias vezes já aconteceu de eu ouvir de pessoas na igreja que eu frequento e, geralmente, de pessoas religiosas ao comentarem sobre depressão, que indivíduos como eu deveriam ter mais fé em Deus e deveriam orar com mais força, como se a depressão fosse puramente uma falta de fé. E isso não é só. Sei de casos de muitas outras pessoas com depressão a quem foi dito muito clara e diretamente que elas conseguiriam livrar-se de sua depressão apenas com a oração.
Há um monte de problemas com esta linha de pensamento, de modo que eu quero me dirigir aqueles que fazem tal comentário em relação a mim ou qualquer outra pessoa que sofre de um transtorno depressivo. Aqui está o que eu quero dizer a você.
Em primeiro lugar: A doença mental, incluindo depressão, é uma doença no cérebro. Isto já foi demonstrado repetidamente por inúmeras pesquisas. Então, se você não vê a depressão como uma condição médica, por favor, olhe para as inúmeras pesquisas antes de fazer comentários desinformados e sem instrução.
Em segundo lugar, eu vou aceitar a sua maneira de pensar por um momento. Vamos fingir que depressão não seja uma condição médica (mas é, repito, caso eu não tenha deixado isso claro ainda). Como isso ajuda as pessoas com depressão a se sentirem menos horríveis e culpadas? Ninguém vai se colocar na sua perspectiva, se você falar e fizer afirmações sobre algo que você não conhece, julgando-as de uma forma dura e preconceituosa.
Assim, uma vez que estamos de acordo que a depressão é uma condição médica (eu acho que nós temos isso muito comprovado atualmente, certo?), eu quero te perguntar uma coisa.  Você diria a alguém com uma outra condição médica para apenas orar fervorosamente, com muita fé, e não para ir a um médico? Você diria aos pais que a culpa é deles e que eles deveriam ter criado essa pessoa para ter mais fé? Será que você põe a culpa e a responsabilidade na própria pessoa quando ela tem outro tipo de problema de saúde? Será que você diz às outras pessoas com qualquer outra condição médica para não tomar os seus medicamentos? Eu acho que a maioria das pessoas não fazem isso. Eu acho que a maioria das pessoas iria aproximar-se com amor e compaixão, porque eles entendem que estas circunstâncias que levam a um adoecimento estão fora de controle, do controle de qualquer um. Com a depressão é exatamente o mesmo. É uma condição médica completamente fora do controle da pessoa que a sofre, e as pessoas que lidam com ela devem ser apoiadas da mesma forma como qualquer outra pessoa com qualquer outra condição médica. Entende isso?
Um diagnóstico de depressão não deve ser um interruptor automático que faz a pessoa ser abandonada por sua igreja. Há uma forma de apoiar  a quem sofre com depressão através da igreja, sem abandoná-los. Eu sei porque eu tenho uma igreja que faz isso. Eu tenho uma igreja onde eu posso testemunhar ao meu pastor sobre a minha depressão e ele vai responder dizendo algo como "Sinto muito que você esteja passando por um momento medicamente tão difícil. Saiba que estamos orando por você e você não está sozinha." Na igreja onde quando eu disse ao pastor sênior que eu estava lidando com pensamentos suicidas, ele respondeu com incentivo e me lembrou que eu era amada, não importa o que estivesse acontecendo. Isto é como a igreja e as pessoas que se dizem religiosas devem tratar as pessoas com depressão. Deve tratá-los com bondade e compaixão como se tivessem com qualquer outra condição médica, não deve culpá-las para as dificuldades que estamos enfrentando e não deve fazê-las se sentir culpadas ou envergonhadas.
Lembre-se que as pessoas com depressão são apenas pessoas, como você ou eu. Elas estão passando por algo que está fora de seu controle, e isso afeta suas vidas de forma dolorosa e debilitante. Trate-as com o respeito, a compaixão e bondade que merecem. Não as abandone. A depressão é apenas uma outra condição médica.


Se você ou alguém que você conhece precisa de ajuda ligue para o número do CVV: 141 e procure ajuda especializada.


Texto original: To Those Who Think I Can 'Pray Away' Depression By Christa T.http://themighty.com/2016/07/how-the-church-should-treat-people-with-depression/
 Tradução livre e adaptada



12 comentários:

  1. Parabéns mt bom seu texto, e isso mesmo só que teve e vive isso é sabe como essa situação é chata eu estou vivendo isso nesse momento
    Parece até que a vida não tem mas sentido tudo e preto e branco 😅😅😅😅😅 o que faço preciso de ajuda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cilene, sei muito bem o que é isso, portanto lhe afirmo que deve procurar um médico especialista e fazer um tratamento. Se perceber que não está resolvendo, fale com o médico e troque o medicamento. Sou cristão praticante, sempre fui, mas nem vontade de rezar (orar)eu sentia, realmente era tudo preto e branco. Mas foi o medicamento correto e a oração de outras pessoas pedindo a minha cura que tudo se resolveu. hoje sou outro cara, feliz, alegre, longe de pensamentos negativos. Sucesso na sua luta, Deus te abençoe.

      Excluir
  2. Parabéns mt bom seu texto, e isso mesmo só que teve e vive isso é sabe como essa situação é chata eu estou vivendo isso nesse momento
    Parece até que a vida não tem mas sentido tudo e preto e branco 😅😅😅😅😅 o que faço preciso de ajuda.

    ResponderExcluir
  3. Cilene, não desista. Também sei o que é isso. A gente tem que aprender mais ainda a lidar mesmo um dia de cada vez. Mesmo que seja difícil de sentir alegria e as vezes nem tristeza sentimos, é só essa coisa anestésica, mas não desista.

    ResponderExcluir
  4. Realmente, a depressão é uma doença tão grave que nos deixa impotentes, só quem passa por essa dor pode falar sobre ela. Eu tenho depressão há 10 anos , mas ultimamente meu quadro piorou para a depressão maior, devido ao tempo de tratamento não existe mais nenhum medicamento que eu possa tomar, pois já tomei todos, meu próximo passo é etc, que será minha última chance de me curar. Viver assim é uma tortura, gostaria de poder ser alguém normal.

    ResponderExcluir
  5. Realmente, a depressão é uma doença tão grave que nos deixa impotentes, só quem passa por essa dor pode falar sobre ela. Eu tenho depressão há 10 anos , mas ultimamente meu quadro piorou para a depressão maior, devido ao tempo de tratamento não existe mais nenhum medicamento que eu possa tomar, pois já tomei todos, meu próximo passo é etc, que será minha última chance de me curar. Viver assim é uma tortura, gostaria de poder ser alguém normal.

    ResponderExcluir
  6. Sou a favor do Amor e queria vivê-lo mais. Sei que é sábio estar atento à saúde\alimentação\respiração e não só às suas. Vibrar de gratidão sem preconceituar sem compaixão sem dar valor ao que foge ao natural. Perigo é fugir e temer mal alheio; coragem, ó coração, ensina humildade na Força pra viver feliz. Grato, Deus abençoa! (:

    ResponderExcluir
  7. Os argumentos usados neste texto para enfatizar com tamanha certeza que já sabemos tudo sobre a depressão, que pensar diferente é estar fora da verdade, etc, leva a duas conclusões; ou você é um médico com a mente aprisionada no século passado, ou faz parte da industria farmacêutica que vende remédios para tornar dependente as pessoas. Mas, também pode ser apenas um completo ignorante. Nunca vi um texto desatualizado como esse. Passar bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Luiz, com certeza sou ignorante em muitas coisas. O que me confere uma vantagem, uma vez que a partir daí me reconheço como uma pessoa que está sempre aprendendo.
      Quanto as afirmações do texto elas refletem o conhecimento científico de nossa época sobre a depressão e, como você deve saber a Ciência, diferentemente das religiões, não trabalha com dogmas/certezas absolutas. Portanto no campo científico, nunca “sabemos tudo” sobre nenhum fenômeno.
      Por outro lado, o amigo parece funcionar no plano argumentativo de uma lógica bem limitada, uma vez que ao entender que a afirmação do texto “depressão = doença”, necessariamente exclui outras possibilidades de compreensão e abordagens desse tão sério transtorno. O que não é verdade.

      Excluir
  8. Sei que toda e qualquer doenca e ruim demais, mas DEPRESSAO e a dor da alma.Eu, por algumas vezes ja passei por este mal horrivel. Vc perde a razao de viver. Enxerga mesmo tudo preto e branco.E uma ansiedade que parece que nunca mais vai acaba.Depoiis de Deus quem me ajudou muito fui um medico, que nem psquiatra e e ate hoje tomo o medicmento que ele me passou na epoca, paroquesetina.Quando vejo uma pessoa depremida parec passar em todo o meu corpo um vento gelado. So quem jaa teve depressao sabe como defini-la. E tem muita geente que diz ser RESCURA da pessoa. Meu amigo, minha amiga, se vc fala assim, por favor nunca mais repita e que Deus te abencoe para que nunca passe por esse mal que muitas vezes leva o paciente a seputura. Sempre ajudo quando posso , as pessoas que sofrem desse mal.

    ResponderExcluir
  9. Primeiro, parabéns pela iniciativa em falar sobre esse assunto. São questões como essas que Deus colocou em nosso coração para ser tratado dentro da igreja. A depressão, o suicídio, transtornos alimentares e tantas outras doenças fazem parte de pessoas que também são cristãs. Quero aproveitar e convidar que conheça o Ministério Florê, que está no instagram, que busca alinhar esses temas à Palavra de Deus.

    ResponderExcluir